Você está precisando vender produtos e seus clientes estão exigindo código de barras? Entenda como funciona…

Um código de barras comercial é um número que identifica um produto, a nível global. Ou seja, não existem dois códigos de barras com um mesmo número no mundo inteiro. Para que isso possa acontecer, a organização GS1 administra a cessão desses códigos, globalmente.

Existem vários padrões de códigos de barras como o UPC (usado nos EUA e Canadá), Code 128, DataMatrix, Databar. O mais comum é o GTIN-13, ou EAN13, o qual é largamente usado aqui no Brasil em praticamente todos os comércios.

Quem precisa ter, ou gerar, um código de barras?

É onde há mais dúvidas. O mercado em geral hoje está informatizado nesse sentido. Muitos supermercados e grandes lojas não compram mais produtos se eles não vem com o código de barras padrão impresso nas embalagens. Mas veja, quem deve ter e gerar os códigos de barra são os fabricantes de um produto. Suponha uma situação em que você comercializa produtos e seus clientes estão exigindo que esses produtos venham com código de barras. O primeiro passo é entrar em contato com seu fornecedor. Mesmo produtores rurais e artesãos podem se cadastrar na GS1 e obterem a licença para gerarem seus códigos. De qualquer forma, se o fornecedor se recusar a fazer, entre em contato com a GS1 e verifique quais são as possíveis saídas para isso.

Estrutura de um Código de Barras EAN:

Veja um código de barras de exemplo abaixo e o que significa cada parte do código:

7891234560019

789 Identifica o país. No caso Brasil;

123456 Identifica a empresa detentora do código de barras;

001 Identifica o produto da empresa. A cada produto, um número sequencial é atribuído;

9 Dígito de Controle;

Onde adquirir o direito de ter Código de Barras próprio?

A GS1 Brasil é a responsável pela atribuição dos códigos de barras no Brasil. Você deve fazer o contato lá, cadastrar-se e pagar as taxas. Normalmente eles cobram uma taxa de adesão, e uma anuidade, conforme o faturamento da empresa. Você receberá um código de identificação e poderá numerar sequencialmente todos os produtos desejados.

http://www.gs1br.org

Existe também essa empresa, que não cobra anuidades, mas que vende códigos de barras unitariamente, ou seja, sua empresa não tem um código de identificação global. Se você tem pouquíssimos produtos que você precisa numerar, pode ser a melhor solução:

http://www.codigodebarrasean.com

Como os códigos de barras são interpretados pelos sistemas?

Para os códigos serem lidos é preciso que você tenha um Leitor de Código de Barras. Exstem muitos modelos e preços no mercado. A decisão depende da aplicação, qualidade do código, rapides na leitura, tipo do código de barras e outros fatores. Os mais comuns são os leitores com feixes a laser e manuais ou fixos (esses últimos são os encontrados na maioria dos supermercados). Os preços variam conforme a qualidade e complexidade do código a ser lido, podendo custar de 100 a 5 mil reais. Na maior parte das vezes o leitor é conectado junto com o teclado (PS2) ou na porta USB. Do ponto de vista do aplicativo, os códigos chegam como se tivessem sido digitados rapidamente no teclado e dado um Enter no final. Ou seja, o sistema não sabe na verdade se o código que está chegando foi digitado ou se foi lido por um leitor. O tratamento é todo feito via software.

Agora, de Zebra a gente não entende muito, mas você pode começar por aqui:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Zebra

× How can I help you?