Com a NF-e, as notas fiscais passam a circular nas transações comercias eletronicamente, mudando os processos referentes aos controles das notas fiscais que agora ficam armazenadas (em tempo real) nos sistemas governamentais, sendo assim, torna-se necessário alguns esclarecimentos dos novos processos adventos dessa nova situação.

Atualmente, é comum para quem envia (e recebe) nota fiscal, um documento que substitui a nota fiscal do modelo antigo, esse documento auxiliar de nota fiscal eletrônica, o DANFE, que não pode ser confundido com a nota fiscal (pois está se encontra armazenada eletronicamente nos sistemas governamentais) é um documento que auxilia para quem recebe ou envia NF-e, pois o DANFE é um documento auxiliar a NF-e, é uma representação gráfica simplificada da NF-e.

As principais funções do DANFE: 1) É a de acompanhar o transito das mercadorias, logo após a concessão de autorização da nota fiscal (concessão que ocorre em tempo real e de forma eletrônica). 2) Permitir a conferencia da nota fiscal no portal das NF-e.

A consulta da NF-e pelo DANFE, tem como objetivo a consistência, a validação dos dados representativos da NF-e impressos no DANFE, é imprescindível que ocorra a consulta que deve ser feita logo que se emite ou recebe um DANFE.

O DANFE apresenta impresso as seguintes informações: Dados do Emitente, Dados do Destinatário, Endereço de Entrega, Dados da Fatura, Dados dos Produtos, Dados do Cálculo do Imposto, Dados da Transportadora, Dados Adicionais, Dados para o Controle do Fisco Chave de Acesso (neste espaço, encontramos um código de barras com 44 dígitos, é através desses 44 dígitos que é possível consultar a NF-e no depósito nacional ou estadual das NF-e, consulta esta que permite a verificação da consistência do DANFE em relação a NF-e).Para realizarmos a consulta da NF-e pelo DANFE temos duas opções de acesso: 1) Site estadual de depósito das NF-e www.nfe.fazenda.sp.gov.br ( a consulta por esse site, é mais rápida, uma vez que esse depósito de NF-e é relativo apenas a unidade federativa). 2) Site nacional de depósito das NF-e www.nfe.fazenda.gov.br/portal (já a consulta nesse site, pode levar um pouco mais de tempo, já que esse endereço de depósito da NF-e é relativo a toda federação).

Uma vez acessado um dos sites supracitados, basta clicar no menu Consulta, ao clicar no link Consulta, irá aparecer duas opções de consulta a NF-e, a consulta completa, e a consulta resumida (você irá decidir por qual opção irá optar, o importante é efetivamente consultar a NF-e) ao escolher uma das opções irá aparecer uma tela com os seguinte campos, a saber:

Chave de Acesso: deve ser informado o número de 44 dígitos presentes no DANFE (Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica).

Código impresso ao lado: digite os 4 caracteres da imagem. Essa informação ajuda a evitar consultas por programas automáticos, que dificultam a utilização do aplicativo pelos demais contribuintes.

Para informar a Chave de Acesso, é aconselhável o uso do leitor de código de barras, uma vez que a chave de acesso vem no formato de código de barras, e a digitação manual implica em erros, já que são 44 dígitos a digitar, e o ato de não consultar as NF-e através do DANFE, pode ocasionar em complicações legais para você, uma vez que você é responsável pelo o que esta vendendo, comprando, material não oficial com nota fiscal fria tem sérias implicações legais, então consulte as NF-e.

Nós da ESSystem, além de termos a solução ideal de NF-e para você, também temos uma completa linha de leitores de código de barras com excelentes preços, para otimizar suas consultas das NF-e pela chave de acesso presente no DANFE.

× How can I help you?